“Vai para casa e desfruta do teu merecido tempo livre, Ângela”
Ângela: e se eu… fizesse uma asneira